|

Professores universitários golpe eletrônico

Um novo golpe eletrônico envolvendo a criação de e-mails falsos, em nome de professores de várias universidades do país, expõe a fragilidade da rede de informações disponíveis no Diretório dos Grupos de Pesquisa no Brasil. A página é ligada ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnógico (CNPq), agência do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT).

A partir do cruzamento de dados disponíveis na rede do CNPq, e acessíveis a qualquer pessoa que disponha de computador e conexão à internet, os falsários descobrem as redes de relacionamento dos professores – estudantes ou colegas de pesquisa. Para esses contatos, enviam e-mails falsos, envolvendo prestações de serviço fictícias ou pedidos de empréstimos. Nos dois casos, o remetente informa o número de uma conta para que sejam efetuados depósitos que variam entre R$ 85 e R$ 3 mil.

O Informátic@ constatou que o mesmo golpe, que atinge agora professores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), já envolveu nomes da Universidade de Brasília (UnB), Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), Universidade Federal de Rondônia (Unir) e Universidade Federal da Paraíba (UFPB).
Veja matéria completa.

Postado por Fabrício Marques no(a) sexta-feira, 7 de agosto de 2009 às 06:00. Categoria: . Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta postagem através do RSS 2.0. Fique à vontade para deixar um comentário.

Categorias

Comentários Recentes

Últimas Notícias