|

Médico é condenado pela morte de Michael Jackson

Após um julgamento que durou 23 dias,  Conrad Murray, médico particular de M. Jackson, morto em junho de 2009, é considerado culpado pela morte do cantor. A decisão saiu na tarde desta segunda-feira, 07, em Los Angeles (EUA).

O médico ficará preso, sem possibilidade de fiança, até o dia 29 de novembro, quando sairá a sentença que definirá se ele cumprirá a pena na prisão. Ele foi algemado na corte. Murray pode pegar até quatro anos de prisão e perder sua licença médica. As autoridades do estado da Califórnia já suspederam sua licença, mas conselhos médicos dos estados americanos de Nevada e Texas concordaram em aguardar o fim do julgamento para avaliar o que farão.

Postado por Fabrício Marques no(a) segunda-feira, 7 de novembro de 2011 às 21:35. Categoria: . Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta postagem através do RSS 2.0. Fique à vontade para deixar um comentário.

Categorias

Comentários Recentes

Últimas Notícias