|

Truques para fotografar à noite

Apesar de toda a praticidade de usar uma câmera digital compacta, esses modelos não têm os recursos ideais para fazer fotos em ambientes mal iluminados. Normalmente, o sensor das compactas é pequeno, a lente tem pouca abertura e o flash é fixo e fraco. Câmeras reflex saem-se muito melhor nessas situações. Mas, mesmo que você fotografe com uma compacta, é possível registrar as imagens com a melhor qualidade possível e usar o aplicativo de edição para aprimorar a foto. Confira dois truques para a hora do clique.

1. Firmeza é fundamental
Fotografias noturnas exigem que a máquina fique fixa no momento da foto. O ideal é usar um tripé. Mas quando isso não é possível, apoie a câmera numa superfície fixa, como o parapeito de uma janela. Assim, você reduz as chances de a foto sair tremida. Outra coisa que pode ajudar a evitar tremores em cenas escuras é ajustar a câmera para um valor elevado de sensibilidade ISO. Assim, a máquina vai aproveitar ao máximo a pouca luz existente no ambiente. A foto vai ficar com aspecto granulado, mas esse problema pode ser atenuado depois com um programa de edição de imagem. Se a câmera tiver estabilizador óptico, certifique-se de que ele está ligado.

2. Cuidado com o Flash
O flash das câmeras compactas tem alcance limitado e não serve para iluminar paisagens ou objetos que estejam a mais de 5 metros do fotógrafo. Nessas situações, é melhor deixá-lo desligado. Um bom exemplo de uso equivocado são as fotografias de shows, quando o flash ilumina as cabeças de quem está à frente, mas não chega até o palco.

Postado por Fabrício Marques no(a) segunda-feira, 16 de novembro de 2009 às 06:30. Categoria: . Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta postagem através do RSS 2.0. Fique à vontade para deixar um comentário.

Categorias

Comentários Recentes

Últimas Notícias