|

Receita barra 20t de lixo de hotéis e hospitais espanhóis em Itajaí, SC

A alfândega da Receita Federal do Porto de Itajaí, em Santa Catarina, barrou a entrada no Brasil de 20 toneladas de lixo provindo de hotéis e hospitais da Espanha.

A apreensão faz parte da Operação Maré Vermelha, desencadeada desde março. A alfândega detectou que a mercadoria declarada como “outros tecidos atoalhados de algodão” se tratava de lixo.

Toalhas usadas retidas na alfândega do Porto de Itajaí, SC (Foto: Divulgação/ALF/tajaí)

Segundo o Ibama, que auxiliou na operação, a carga deveria corresponder a tecidos atoalhados não padrão, 100% algodão, destinados à fabricação de pequenas toalhas de limpeza em cores diversas.

“Contudo, o material importado da Espanha era composto por produto acabado. Entre outros, havia toalhas de banho e uniformes, todos já utilizados e descartados como resíduo, em razão das péssimas condições de conservação”, diz o instituto.

A declaração de importação foi registrada no final de abril. A Receita não informou sobre se o destino da mercadoria foi identificado, mas o órgão diz que tomará as providências necessárias para devolução da carga ao país de origem, sem prejuízo das demais penalidades cabíveis.

Ainda conforme a Receita, em menos de 8 meses, foi a terceira carga de lixo detectada em Itajaí. As cargas anteriores já foram devolvidas ao exterior.
As informações são do G1.

Postado por Fabrício Marques no(a) quinta-feira, 24 de maio de 2012 às 13:00. Categoria: , . Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta postagem através do RSS 2.0. Fique à vontade para deixar um comentário.

Categorias

Comentários Recentes

Últimas Notícias