|

Demóstenes Torres tem mandato cassado pelo Senado

Considerado até março como um dos mais combativos políticos do Congresso, nesta quarta-feira, 11, o senador Demóstenes Torres (ex-DEM-GO) entra para a história como o segundo senador cassado no país - o primeiro foi Luiz Estevão, em 2000, devido ao escândalo do superfaturamento das obras do Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo. Em sessão acompanhada por 80 senadores, 56 foram favoráveis à punição do parlamentar acusado de usar o mandato em prol do grupo do bicheiro Carlos Cachoeira. Dezenove votaram contra e cinco se abstiveram.

O senador Humberto Costa (PT-PE), relator do caso no Conselho de Ética e primeiro a falar a um plenário cheio, por volta das 11h, afirmou que o senador cometeu irregularidades "graves" e pediu aos colegas que não se deixem levar pelo "corporativismo" na votação desta quarta-feira. "Abusou de prerrogativas asseguradas a membros do Congresso Nacional", declarou.

Demóstenes Torres tem mandato cassado pelo Senado

O senador Pedro Taques (PDT-MT), que relatou o caso na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, usou seu discurso para ressaltar que o rito legal foi respeitado e que Demóstenes teve ampla chance de defesa durante o processo. "O senador adotou conduta incompatível com o decoro parlamentar, ferindo de morte a dignidade do cargo e a ética que se impõe", afirmou.

Enquanto os relatores discursavam, Demóstenes permaneceu no plenário, sentado ao lado de seu advogado, Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay. Em seu discurso de defesa, o ex-senador se comparou a um "cão sarnento" e voltou a dizer que não há provas contra ele. "Por que minha cabeça tem que rolar? Provei que sou inocente".

Após ter o mandato cassado, Demóstenes deve voltar ao cargo de procurador de Justiça de Goiás, do qual se licenciou em 2001 a fim de se eleger a primeira vez senador da República. No retorno, o parlamentar está na iminiência de ser investigado pelo Ministério Público.

Com informações da agência Reuters

Postado por Fabrício Marques no(a) quarta-feira, 11 de julho de 2012 às 17:55. Categoria: , . Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta postagem através do RSS 2.0. Fique à vontade para deixar um comentário.

Categorias

Comentários Recentes

Últimas Notícias