|

Maior reserva de petróleo fica na Faixa do Orinoco, na Venezuela

A Venezuela era em 1936 o maior exportador mundial de petróleo, e com a descoberta da faixa do Orinoco naquele mesmo ano, aumentaram as expectativas de extração.

A partir da perfuração do primeiro poço, "Canoa 1", o primeiro descoberto no norte do rio Orinoco (leste) e que passou a fazer parte da chamada Faixa do Orinoco, foi o que permitiu que a Venezuela fosse considerada em 2011 pela Opep como o país com as maiores reservas certificadas de petróleo no mundo.

Desde essa primeira descoberta de petróleo extrapesado até os dias de hoje, este depósito de ouro negro passou das mãos de transnacionais que comercializavam seu petróleo a preço de betume ou carvão, até viver uma nacionalização em 2007 e a vender sua riqueza acima dos US$ 100.

Graças à certificação do petróleo da Faixa do Orinoco, onde se encontram quase 75% das reservas do país, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) reconheceu em seu relatório anual de 2010, divulgado em julho de 2011, que a Venezuela possui as maiores reservas de petróleo do mundo. O país caribenho tem, segundo o organismo do qual é membro fundador, reservas provadas de petróleo de 296,5 bilhões de barris, 24,8% das reservas do cartel petroleiro. Desta maneira, a Venezuela superou pela primeira vez as reservas da Arábia Saudita, que tem 264,520 bilhões de barris e representa 22,2% do total de reservas da Opep.

Postado por Fabrício Marques no(a) domingo, 22 de julho de 2012 às 14:31. Categoria: , . Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta postagem através do RSS 2.0. Fique à vontade para deixar um comentário.

Categorias

Comentários Recentes

Últimas Notícias